Ultimamente tenho observado, que cada dia em minha vida, tem se mostrado de forma realmente surpree

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

FOLHAS AO VENTO

Ultimamente tenho observado, que cada dia em minha vida, tem se mostrado de forma realmente surpreendente. Quem lida com arte sabe do poder que esta Deusa possui em nos transformar, elevar, e muitas vezes nos incumbir em seu nome, em cima de novos projetos, porque ela não se permite escondida. A ARTE É UMA AVE QUE NÃO POUSA JAMAIS, SEU DESCANSO É REALIZAR-SE NA ALMA DOS AMANTES. E assim, fui levado a Maria José, esta pessoa fantástica, de olhar firme, coração maravilha, que num repente me assustou com seus textos e o mínimo de poesia que mandou. Claro, mais que depressa investiguei tamanha criatividade e ali estava, tímida, encolhida, sem muito saber do que já ha muito..., lhe fora doado pelas mãos da própria vida. Semear, cultivar, fazer nascer na alma de cada um de nós uma canção, em textos, em versos. Maria José, impossível não perceber que algo mais existe, em vida tanta e tanto tempo..., sem se saber.
SOMOS PONTE, PASSAGEM, ENCONTRO
Júlio Cesar.


Um comentário:

MARIA JOSÉ disse...

E foi assim que ingressei no mundo poético, era tal e qual o poeta Júlio descreveu. Conheci o Júlio pelo Orkut, seus textos os mais lindos...escritos e em PPS, ele também era artista plástico. Um dia enviei meus rabiscos pra ele sem nunca imaginar que ele fosse gostar tanto, era pensamentos meus saídos da alma e do coração, meus momentos. E, foi ai que pergunto se eram meus aqueles escritos, respondi que sim e perguntou ainda se eu guardava em algum lugar e eu disse que não só no orkut mesmo. Foi então que ele me presenteou com a Comunidade Folhas ao Vento para eu postar lá. Disse-lhe que não sabia fazer poesia, mas ele me escreveu taxativamente dizendo: Deixe de ser modesta, sabe sim, escreva o que sair do seu coração, coloque no papel, leia, pondere e publique.Ta aí a Comunidade é sua cuide dela. E, praticamente o Júlio sumiu. Tomei o conselho dele, comecei a escrever e a publicar não somente na minha, mas em várias comunidades. Graças a Deus aqui estou, não como poetisa mais uma aprendiz de poeta escrevendo o simples e o AMOR que é meu ponto forte. Maria José