Ultimamente tenho observado, que cada dia em minha vida, tem se mostrado de forma realmente surpree

terça-feira, 14 de agosto de 2012

LINDA PAIXÃO

Deixei acontecer
Me apaixonei
Não tomei as rédeas
Do meu coração.
Aos poucos,
A paixão que eu sentia
Foi dominando-me
Possuindo meu ego.
Aconteceu...
Perdi-me nessa paixão
Sem causa, nem bandeira
Somente Eu
Sem Você
Sonho meu.

Mas...
Ficam as poesias
As minhas, as suas
E tantas outras
Paixão e parceiras
De todos os dias.
Ficam também
O brilho das estrelas,
O clarão da lua
O som da cachoeira
As ondas do mar
O por do sol a esperar
Aquele encontro, quem sabe...
Um dia acontecerá.

Mary Jose





4 comentários:

Poetisa da Paz disse...

Mina cara amiga seu poema ficou maravilhoso... e pq "tomar as rédeas do coração", se ele grita de paixão? Seria uma verdadeira castração! Bjss1

... disse...

Ler os poemas de Maria José, é poder devanear dentre lindas palavras, é poder ir além do que jamais podemos imaginar se em seus poemas ela se declara amante das mais lindas poesias existentes. É poder divagar num universo tão repleto de sentimentos. Portanto, eu amo os poemas desta poetisa. Lindas como linda é as ondas que nos banham de tantas euforias.

MARIA JOSÉ disse...

Somente hoje encontrei essas duas pérolas em minha página deste blog esquecido. Senti uma emoção e uma saudade enorme dos tempos que nos encontravámos para falar de poesias e tantas outras coisas. Querido poeta Alexandre, você me comove creia nisso, Diná também. sinto minha consciência doer pela minha ausência enttre vocês e os demais queridos poetas e poetisas de Cabedelo. Aceitem meu abraço e um beijo poético no coraçao. Maria José.

Jorge Teixeira da Costa disse...

Lindo o seu poetar,adorei.
Seujorge.