Ultimamente tenho observado, que cada dia em minha vida, tem se mostrado de forma realmente surpree

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

DESEJO QUE NÃO CALA

Por que me falaste daquele jeito?
Não sabias que meu coração te desvendaria? 
Não pensaste que eu poderia me apaixonar?
Tuas palavras são como canção a tocar no meu coração.

E tu, também sentiste a mesma melodia das nossas palavras caladas, murmuradas pelas nossas almas enamoradas?

E agora...onde estás?

Por que não vens aconchegar-te nas estrelas das nossas fantasias, dos nossos eternos carinhos bordados de poesia? 

Vem amor e solta-te ...
Sacode as ténues diferenças, aninha-te no meu corpo,
Voa nas asas dos teus sonhos que também são os meus. 
Procura-me no infinito do teu sentir... 
Entrega-te e deixa-me descobrir, na pele dos teus segredos a minha fragrância colada em ti.
Deixa as minhas mãos dedilharem teu corpo despido de razão. 
Deixa-as sussurrarem-te minhas sentidas ternuras, minhas magias profundas, meus anseios contidos e escondidos no meu universo de desejos onde só tu habitas.

Sabes...
Mesmo que não venhas...estarás sempre em meus pensamentos.
E se eu não beijar a tua presença, beijarei com suavidade a beleza da tua alma.
Tu serás sempre a melodia que canta no meu coração, embalada pela pela sintonia das nossas marcantes e meigas lembranças dos nossos momentos de poesias.

Um comentário:

Alexandre de Oliveira disse...

Tu és aquela que em palavras
meus desejos incitas, e faz-me sonhar
com o dia que eu a possa em versos
te encontrar.

Minha amiga você sempre me inspira , e muitas vezes descrevo o que sinto após ler teus poemas. Tanto que como bem sabes tenho um poema teu numa das minhas obras literária que brevemente vai estar na praça.

TE AMO MUITO viu M@ria José